Up Syle - Nininha Albuquerque

23:49

Nossa primeira convidada para estrear o Up Style não foi escolhida de forma aleatória. Conheço a Nininha há uns 4 anos e me recordo exatamente de uma presença que comandava a roda de dança da festa me convidando para dançar junto com as outras pessoas. Ela é daquelas que tem estilo próprio e me deixa morta de vontade de aprender a garimpar brechós e de roubar alguns itens de seu guarda-roupa. E a forma como ela varia o cabelo? Chapéu, trança, solto, turbante. Teve uma vez que nos vimos e ela soltou em delírio "Polly! Esse look TODO custou R$19!!!". Eu surtei e disse que precisava aprender as dicas de compras dela. Com esse bate-papo acho que vou me arrastar com ela para a próxima compra! Vem conferir, vem?


Se apresente!
Sou Nininha Albuquerque, produtora cultural, artista, cursando graduação de dança, tenho 23 anos e desses 16 são voltados para trabalhos artísticos, reikiana, praticante de yoga, um tanto estranha, das danças do mundo, sou um tanto experimental, gosto de escrever aleatoriamente para meu blog e de ficar criando arte, apaixonada por intervenções e “prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”, adoro moda, e penso que vestimenta é comportamento, criação e invenção.

Uma vez por mês a nega se une a outros dançarinos do DF
para dançarem e curtir o dia na região central da cidade.
Qual é sua filosofia quando o assunto é estilo?
Se sentir bem, acho que quando falamos de estilo a pessoa tem que estar bem consigo, não é uma questão de estar vestindo grandes marcas ou de comprar roupa cara, mas de vestir algo que você se sinta bem. Eu ando em meios artísticos diversos onde vejo os mais variados estilos e sou apaixonada pela diversidade e subjetividade das pessoas, é ai que mora o segredo do “ser estiloso”, pois quando você coloca a sua personalidade no que você veste vai se destacar não como se estivesse em uma passarela, mas a vestimenta é parte do que você é, é o que você imprime e quer mostrar a sociedade, pessoas que só usam coisas de marca e o que é tendência, querem mostrar algo, assim como as que vestem roupas que personalizam.

Só ela consegue misturar cores e havaianas!
Como você descreve seu estilo?
Eu nunca tinha pensado nisso, nunca me dou bem com definições, mas estava participando do Fórum Mundial de Direitos Humanos quando uma pessoa que estava trabalhando no evento me parou e pediu para tirar uma foto eu tirei meio que sem entender, então a pessoa virou e me disse é que você é estilo artista. Gostei dessa descrição e hoje é isso que eu digo, eu sou estilo artista (não globais, os alternativos e independentes) que vestem o que der na telha sem se preocupar com julgamentos.

Como você escolhe suas roupas assim que acorda?
Escolho conforme os compromissos que tenho, mas desde que me dei conta que no meu guarda roupa tinha muitas peças ficando esquecidas, comecei a fazer uma brincadeira a cada semana seleciono um item que vai ser da semana, ex: semana da saia. Então naquela semana vou procurar usar todos itens que foram selecionados, assim nenhuma peça fica guardada só por guardar, até porque se ficou parada demais, eu junto tudo e faço doação.

3 itens prediletos no seu guarda-roupa?
Só 3 itens é um desafio, mas vamos lá. Tem um blazer com botoadeiras douradas, que encontrei em um brechó e não acreditei, me custou apenas R$ 4,00 reais e sempre que uso é um sucesso. Um blazer branco que fiquei meses atrás de um até que achei esse e foi uma bagatela de R$ 5,00 reais. Todas minhas 40 camisas (sou viciada em camisa) e meus chapéus e bonés e meus mais de 100 colares, brincos e pulseiras, no geral todos acessórios. (risos)
Quais são suas lojas preferidas?
Eu não sou adepta das lojas (passou de 10 reais, acho tudo muito caro) risos. Sou uma verdadeira garimpeira de brechó, vou a muitos e não me importo se é perto, longe, da igreja, da tiazinha que vai vender roupas de defunto, se eu gostar lavou ta lindo. Atualmente eu tenho ido em uns no Novo Gama, cidade do entorno de Brasília. Eles toda semana tem coisas novas lá encontro peças ótimas, por 50 centavos, 1, 2, 3, 5 reais, foi o máximo que paguei, então me acabo, com 20 reais saio com várias peças.

A quanto tempo seu cabelo é natural? 
Natural sem nenhuma química, nem tintura a dois anos, foi quando decidi que pararia com tudo inclusive pintar.

Como e quando decidiu parar de usar química no cabelo?
Há uns 8 anos eu decidi parar de alisar, foi então que comecei a usar ele cheio, mas sempre que eu ia a algum salão (salãos afro, inclusive) alguém falava vamos fazer uma hidratação e colocava alguma química para abrir os cachos, acabei ficando nessa de abrir os cachos por um longo período até que há dois anos eu decidi que queria meu cabelo cheio com potencia total e natural, foi então que parei com tudo. Logo em seguida resolvi mudar o penteado e raspei a lateral da cabeça na maquina zero, e quando decidi deixar o cabelo crescer fui cortando as partes que ainda tinham química não cheguei ao big chop, mas retirei toda química dele, hoje quando estou muito cansada de ficar cuidando, hidratando, cultivando, eu tranço, penso em pintar novamente, acho que em breve.

Qual é seu penteado básico? 
Eu lavo e solto, partido de lado, acho que esse é um dos que mais uso.


Descreva como você cuida do seu Volume.
                                      
                                                       Coque que amo tanto!






Outra coisa que adoro na Nininha é a simplicidade que ela tem em ser ela. Acho que é uma relação em órbita consigo mesma que essas várias fotos selfies servem para que ela possa depois repetir a composição!Não é demais?!
Now Playing: Gyptian-Hold you


You Might Also Like

4 comentários

  1. Adorei o estilo dela, sou louca pra fazer essas tranças pena que aqui na minha cidade é dificil de mais encontrar alguém que faça... Acho que vou acabar eu mesma fazendo rsrs
    PÁH! BLOG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tainá, eu estou me prometendo que em dezembro farei para passar as férias!
      Se tiver feito depois me manda as fotos para eu ver :D

      Excluir
  2. Nininha é daquelas pessoas meio e.t. no mundo, sabe?
    A primeira vez que a vi pelo mundão de Brasília fiquei extasiada. Tu olha, conhece e pensa... Gente... De onde saiu tanta vida, tanta coisa, tanta energia, tanta beleza, tanta história, tanto tudo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela realmente é assim! No dia que nos conhecemos também foi assim. Nem sabia quem era e quando vi a menina estava me puxando para dançar.
      <3

      Excluir

recent posts

Like us on Facebook

Popular Posts